domingo, 28 de agosto de 2011

29 DE AGOSTO DIA DA FESTA EM COMEMORAÇÃO DOS 160 ANOS DE NASCIMENTO DA BEATA SAVINA PETRILLI



Irmã dos Pobres de S. Catarina de Sena

Savina Petrilli,nasceu em Sena, a 29 de agosto de 1851, em uma família simples e autenticamente cristã, que habitava na via del Costone. Em seu coração, desde criança, desabrocha um grande amor por Jesus. Recebeu-O pela primeira vez na Hóstia Consagrada aos 12 anos, quando já revela ser uma adolescente amadurecida, com grande força de vontade e capaz de correr os riscos do amor nos pequenos acontecimentos cotidianos.

Sua grande capacidade de amar tem origem em sua infância, na relação afetuosa e serena com seus pais: Celso Petrilli e Matilde Vetturini, como também na intimidade com Jesus. Na belissima Catedral de Sena Savina cotidianamente o adora no Santíssimo Sacramento, permanecendo longas horas em oração.

Frequenta a escola e o catecismo na igreja de São Jerônimo, com as Irmãs de São Vicente de Paulo. Aos 13 anos de idade deixa a escola para ajudar sua mãe e cuidar dos irmãozinhos. Lê a vida de S. Catarina de Sena e enamora-se por Jesus Crucificado.
A Virgem Imaculada é um outro pólo de atração para Savina e, por isso, passa a fazer parte da Pia União das Filhas de Maria. Vivaz e dinâmica, ensina catecismo e reúne em sua casa um grupo de amigas, com as quais reza, trabalha, sonha o futuro...

Em 1873 reúne-se com três companheiras em uma casa pequena e simples situada na via Diacceto, onde mora a família Petrilli, e, alí, dá início à Família Religiosa. Chamar-se-ão Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena; com este nome querem expressar o seu projeto de vida e de missão.

No dia 7 de setembro de 1874,a comunidade nascente entra na nova sede de via Baroncelli, sem levar nada consigo, mas com o coração cheio de esperança. Sena torna-se o berço da nova Congregação.

Savina sente-se profundamente amada por Jesus, tanto que acolhe como seu o sonho de anunciar o Reino de Deus em todo o mundo. Com o mesmo ardor de Catarina de Sena, decide dedicar-se aos pobres para ajudá-los, amando-os sem medida e sem recompensa.

Para escrever as belas páginas dessa nossa história, a Providência vai ao encontro de Savina através de alguns personagens eminentes, como o cardeal Ricci Paracciani, o marquês Bichi Ruspoli, e a Nobre Senhora Anna Saracini. Estas pessoas foram para Savina coração e mão de Deus.

Tudo é pouco por Jesus é o lema de Madre Savina. O amor por Jesus a conduz rumo a horizontes sem limites, de um dom que se renova no dia-a-dia, em profundidade e beleza.

Com 72 anos volta à casa do Pai, oferecendo-se serenamente a Jesus sacerdote e vítima, no altar da dor, deixando-nos un exemplo luminoso de mulher sábia, contemplativa-operante, um estilo de vida simples, vivido à luz da fé e da obediência.

No dia 24 de abril de 1988, em Roma, João Paulo II proclama Bem-Aventurada Savina Petrilli.

Para mim, esse post é muito especial, porque "SAVINA", faz parte da minha vida desde que eu era uma criança.Conheci Savina, através de uma "tia", chamada Myriam.Ela me ensinou a ter uma confiança e devoção muito grande por Savina,tanto que em todas as provas do colégio, eu carregava no bolso da calça de agasalho do uniforme, uma medalha contendo uma relíquia DELA,pois sabia que iria ter boas notas, com a ajuda de minha amiga SAVINA.
Em todos os momentos difíceis, que não foram poucos, era a ELA que eu recorria.Rezava pedindo sua intercessão.
Até hoje, carrego comigo a medalha,onde quer que eu vá.
Confiemos em Savina,na sua intercessão junto a Jesus,porque Ela é uma grande amiga ,que nunca nos deixa desamparados







Um comentário:

  1. Parabéns!
    Deus te abençoe.
    Boa Missão Amiga!

    ResponderExcluir